Produção

Portfólio

A importância de ampliar a cobertura esportiva para fora do campo

21/09/2023

A possibilidade de mesclar o jornalismo esportivo no entretenimento está cada vez mais presente nas mídias. Biografias e documentários são maneiras de representar a história de ídolos do esporte e o lado B dos campeonatos, saindo da relação campo e bola. No entanto, também é preciso mostrar o background da situação, que por vezes é omitido pelo sporstwashing

As biografias e documentários retratam a vida dos atletas de uma forma que mostra o lado humano das personagens, aproximando-os do leitor ou espectador. O jornalista Marcos Eduardo Neves, conhecido por suas obras “Nunca houve um homem como Heleno” e “A polêmica trajetória de Renato Gaúcho” falou sobre biografias não autorizadas. Podem ser feitas, contanto que não causem nenhum dano à vida do biografado, caso contrário, o biógrafo terá de pagar indenização. 

Os palestrantes também utilizaram o termo sportswashing para explicar como marcas e governos usam o meio midiático esportivo para encobrir sua reputação, criando uma imagem positiva do país. A professora da UERJ Leda Maria, citou como exemplo o país que sediou a última Copa do Mundo. O Catar aproveitou-se da competição para maquiar a violação dos Direitos Humanos que o país exerce. Além de ocultar as condições precárias de trabalho, que levaram à morte de 6,5 mil trabalhadores imigrantes, desde que virou sede da Copa do Mundo. 


Texto de Camila Oliveira e Camila Perecmanis


PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA
DO RIO DE JANEIRO

Rua Marquês de São Vicente, 225
- Prédio Kennedy - 6° andar Gávea
Rio de Janeiro, RJ - Brasil - 22451-900
Cx. Postal: 38097
tel. +55 (21) 3527-1144 • com@puc-rio.br